Jornal da Praceta 

FUNDADO EM JUNHO DE 2001

Informação sobre a freguesia de Alvalade

( Alvalade, Campo Grande e São João de Brito)


 

.
.
.
 

Depois de mais um Pingo Doce,

chegou agora a vez do Continente se instalar em Alvalade

A actual freguesia de Alvalade conta desde o dia 10 de Outubro de 2013, com mais um supermercado, em plena Praça de Alvalade, no remodelado Centro Comercial de Alvalade. Desde o dia 21 de Março de 2014 conta também com um hipermercado Continente.

O assunto não merecia nenhum destaque especial não fosse a ameaça que constituem estas redes de supermercados para o comércio tradicional.

À semelhança do que aconteceu em outras áreas do bairro, sempre foram abertos supermercados, fecham logo a seguir vários estabelecimentos de comércio tradicional.

As ruas perdem vida, a insegurança aumenta, e todos se lamentam. O consumidor fica a ganhar (preços eventualmente mais baixos), mas o munícipe assiste à morte lenta da vida nos bairros e na cidade.

Facto curioso: Os habituais desacatos que se registam com alguma frequência no Pingo Doce na Rua João Saraiva, 1 (junto à Av. Rio de Janeiro) passaram a ocorrer também no Pingo Doce da Praça de Alvalade. A polícia teve que intervir para pôr fim à violência (7/4/2014).

 

 

Praxes

O jardim do Campo Grande é um dos locais de eleição para as praxes dos alunos de várias universidades  (Universidade de Lisboa, Universidade Católica, ISCTE e a Lusófona).  Até ao dia 15 de Dezembro de 2013, em que num ritual de praxe perderam a vida 6 estudantes na praia do Meco, a população assistia com alguma indiferença a estes rituais de iniciação (humilhação) dos "caloiros". Depois desta data fatídica, tudo mudou. Muitos são agora os que publicamente manifestam a sua indignação perante cenas que consideram indignas de um ser humano. "Estão a incutir nestes jovens atitudes de obediência próprios de bandos nazis. Os participantes nestes atos não deviam ter lugar nas universidades.", dizia-nos um morador revoltado.

 

 

Tem Tudo Para dar Certo, mas...

A freguesia de Alvalade, que inclui agora o Campo Grande, reúne todas as condições para ser a melhor zona de Lisboa.

O planeamento urbanístico de toda a zona constitui um excelente exemplo a nível mundial. Em termos culturais, não lhe faltam excelentes equipamentos, como cinemas, teatros, galerias de arte, bibliotecas, escolas e universidades. Mais

 

Zonas 30Km/h

Os peões são a maioria das vítimas de acidentes com automóveis na cidade de Lisboa. O bom senso recomenda que se diminua a velocidade da circulação dos automóveis, em especial junto a zonas residenciais, com elevada atividade comercial, mas também junto a escolas e vias cicláveis. A medida mais consensual é a redução do limite de velocidade de 50km/h para 30km/h.  O projecto data de 2009, mas só em 2014 começou a ser aplicado na Freguesia de Alvalade, nos bairros de S. Miguel e das Estacas. Mais

 

 

Jardim do Campo Grande: - É desta? 

António Costa, com grande aparato mediático, no dia 24/3/2011 apresentou mais um mega-projecto para reabilitação do jardim do Campo Grande. Prometeu que em breve seria recuperado o "Caleidoscópio" , o ringue de patinagem, os cortes de ténis, o lago, etc., etc. . O discurso não é novo. João Soares, Santana Lopes, Carmona Rodrigues e outros prometeram o mesmo, mas resultado foi sempre o mesmo: abandono e degradação do espaço público.

As obras de recuperação da zona norte do jardim estão a avançar, mas muito lentamente. Esperava-se que ficassem prontas perto das eleições autárquicas ( 29 de Setembro de 2013 ). A abertura do jardim só em ocorreu Novembro de 20013, embora sem as obras estarem concluídas.

A grande novidade foi que também em Novembro, a montagem de taipais à volta das piscinas do Campo Grande. A CML abandonou durante anos as antigas piscinas, para agora as entregar a uma empresa privada (Igespor), mais uma típica negociata camarária.  Mais 

 

 

.

Marquises 

 

A cidade de Lisboa está completamente desfigurada pelas marquises ou barracas que adornam as fachadas ou telhados dos edifícios. Excelentes obras de arquitectura são diariamente vandalizados perante a inércia de uma Câmara Municipal cuja única razão para existir é o pagamento dos ordenados dos seus dirigentes e funcionários. 

 

Os muitos milhares de turistas que visitam diariamente a cidade, podem comprovam que Lisboa tem mais semelhanças com um bairro degradado da cidade do Cairo (Egipto), do que com qualquer capital europeia.

 

Não choca por isso algumas não-notícias: Moradores do Campo Grande manifestam-se publicamente contra a destruição das fachadas dos edifícios de Lisboa. Reclamam o fim da transformação das varandas em "galinheiros". Face à indiferença da CML perante a degradação urbanística em curso, estes moradores levaram o caso a tribunal. É caso para perguntar: - para que serve esta câmara?  Mais

..

 

 

Iluminura da Bíblia de Cervera (Hebraica)

(1299-1300), BNP, Lisboa

Ciclo de Conferências: Um Mês, Um Códice Iluminado

A Biblioteca Nacional de Portugal (Campo Grande), em parceria com o Instituto de Estudos Medievais da Universidade Nova de Lisboa, tem vindo a realizar um vasto conjunto de iniciativas destinadas a dar conhecer preciosidades algumas das suas colecções. As conferências e exposições são de livre acesso (gratuitas). A não perder.

 

 

Junta de Freguesia de Alvalade

Contactos:

Serviços centrais
Rua Conde de Arnoso, n.º 5-B
1700-112 LISBOA
Telefone: 218 428 370
Fax: 218 428 399
Atendimento geral: de segunda a sexta-feira das 9h00 às 18h00.

Pólo Ernesto de Vasconcelos
Rua Ernesto de Vasconcelos, n.º 8
1700-162 LISBOA
Telefone: 217 590 271
Fax: 217 571 338
Atendimento geral: de segunda a sexta-feira das 9h00 às 18h00.

Pólo Teixeira de Pascoais
Rua Teixeira de Pascoais, n.º 10
1700-363 LISBOA
Telefone: 218 446 609
Fax: 218 493 196
Atendimento geral: de segunda a sexta-feira das 9h00 às 19h00.

 

Em breve neste local poderá ler a primeira avaliação da  atividade na nova Junta de Freguesia de Alvalade. O que mudou? A "grande aposta" do atual presidente da Junta na limpeza e varredura das ruas está a ser cumprida?

 

.

Impunidade !

É conhecida a falta de civismo dos condutores em Lisboa. Estacionam em tudo quanto é sítio, nomeadamente nos passeios e nos relvados dos jardins. A inoperância da Polícia Municipal de Lisboa na repressão destas situações, tem estimulado a generalização destas práticas incivilizadas, as quais se traduzem frequentemente na destruição dos espaços públicos na maior das impunidades.

Dois simples exemplos: No dia 27/10/2013, enquanto decorria o jogo entre o Sporting e o Porto, o condutor da viatura 07-72-RB, resolveu estacionar no relvado do jardim da Rua José Lins do Rego, perante o protesto dos moradores. A Polícia Municipal de Lisboa foi avisada mas nada fez. No dia 26/1/2014, um outro condutor da viatura 15-59-RL, repete a mesma cena. Vários moradores garantiram-nos que a PSP e a Polícia municipal foram igualmente avisadas, mas nada fizeram.

A situação só mudou, em Março de 2014, quando por exigência dos moradores foram colocados pilaretes que impediram a continuação do estacionamento selvático do que resta do antigo jardim.

Fotos enviadas pelos moradores

 

 

Roubo de Cobre em Alvalade

A ladroagem tem feito uma verdadeira razia no bairro de Alvalade a tudo o que seja cobre ou bronze: puxadores de portas, corrimões das escadas, fios eléctricos, etc. Os sucateiros, em Portugal e Espanha, fazem fortunas com a compra deste material roubado. Em Fevereiro de  2013, uma parte do bairro de Alvalade ficou às escuras devido ao roubo de cabos de cobre da Portugal Telecom. Em Agosto foi a vez de desaparecer a placa de homenagem ao compositor Frederico de Freitas na Av. dos EUA. Mais

.

 

.

 

Hospital Júlio de Matos

Histórias e terapias contadas por Gaspar Santos. Mais

 

 

Parque de Saúde de Alvalade - Avenida do Brasil

Alberga múltiplas instituições: Hospital Júlio de Matos, Centro de Saúde de Lisboa, Infarmed, Escola Superior de Enfermagem de Lisboa entre outras. Mais

 

 

Sinais Positivos Deixados no Ano de Eleições Autárquicas

Como é habitual em ano de eleições autárquicas (29 de Setembro de 2013), são iniciadas algumas obras que há anos eram prometidas. A sua conclusão coincide, se não houver grandes atrasos,  com o período eleitoral. Em Alvalade-Campo Grande, o ano de 2013, não foi exceção:

- Biblioteca Municipal dos Coruchéus, foi inaugurada a 23 de Abril de 2013. Os livros e as revistas não são muitos, mas o ambiente é agradável para se estar. Durante anos o espaço envolvente foi um activo centro de distribuição de droga no bairro de Alvalade. No palácio "funcionava" o Departamento do Património Cultural da CML. Mais

- Museu da Cidade. Tem um novo director (António Miranda), que substituiu uma personagem anterior cuja permanência no lugar era uma incógnita difícil de descobrir. O museu está uma vergonha. É um amontoado de peças descontextualizadas e sem qualquer relevância histórica ou artística. A concepção museológica é do tempo de Irisalda Moita (arqueóloga), parou no tempo. O seu acervo patrimonial (obras expostas e sobretudo nas reservas) exige uma intervenção imediata e profunda. Mais

- Museu Rafael Bordalo Pinheiro. Tem agora também um director próprio (Pedro Bebiano), de quem se espera um outro dinamismo. Este museu, situado em frente do Jardim do Campo Grande (lado norte), esteve encerrado durante vários anos devido à incúria da CML, só abriu as portas aquando das comemorações do centenário da morte deste artista. Mais

 

 

.Jardim Bordalo Pinheiro - Joana de Vasconcelos, uma combinação feliz.

Aquando das comemorações dos 100 anos do Museus da Cidade, foi inaugurado em Janeiro de 2010,um  fantástico jardim concebido por Joana de Vasconcelos. Reúne 1205 peças do não menos genial Rafael Bordalo Pinheiro. A não perder enquanto é tempo, até porque qualquer dia já não existem peças intactas para amostra.    

.

 

Maçonaria em Alvalade

Se a Opus Dei "domina" o Campo Grande, a maçonaria predomina no Bairro de Alvalade. Mais

 

.

Instalações Camarárias ao Abandono

O património confiado à CML está a saque. As antigas instalações dos serviços viários, junto ao jardim da Rua José Lins do Rêgo, foram abandonadas. Funcionários camarários continuam, todavia, a usá-las para lavarem viaturas particulares, patuscadas e diversos encontros...

  

 

Lixo, ervas e ratazanas estão a tomar conta das instalações camarárias.

 

Um grupo de moradores indignados com a situação iniciaram contactos com a CML, tendo em vista a utilização deste espaço para uma finalidade colectiva..

 

Depois de publicarmos esta notícia, os funcionários camarários voltaram a aparecer nestas instalações, mas não tardaram a desaparecer (Junho de 2013).

 

 

 

Novo Ponto de Encontro em Alvalade

Cinema City

O antigo Cinema de Alvalade há muito que desapareceu, no seu lugar surgiu um bloco de apartamentos, um café e 4 salas de cinema, com uma lotação total de 389 lugares.  Do passado apenas resta um fresco (recuperado) de Estrela Faria. Mais

Os apartamentos continuam quase todos vazios, mas o cinema-café tem sido uma agradável surpresa.

 

 

Igreja Maná  ocupa o Bairro de Alvalade

Vários edifícios devolutos na "Zona do Artesanato", da antiga Freguesia de S. João de Brito, estão a ser ocupados pela Igreja Maná. Onde antes haviam actividades materiais surgem agora as novas industrias do Espírito. Mais 

 

 

 

Do "Parque de viaturas rebocadas das Murtas"

(Rua José Santa Camarão à Azinhaga das Murtas) 

A Polícia Segurança Publica (PSP) resolvera, em boa hora, criar um parque de viaturas rebocadas numa zona problemática do Campo Grande. A presença dos seus agentes, apesar dos constantes lamentos, foi um importante contributo para a segurança no bairro.  A verdade é que o parque acabou por ser encerrado, a 1/2/2013, segundo nos informaram porque a polícia não aguentou a pressão envolvente.

 

 

 

Caos no Estacionamento

A Câmara Municipal de Lisboa demitiu-se definitivamente da gestão do transito na cidade. O estacionamento passou a ser "pensado" de forma casuística em cada bairro. O resultado desta política está à vista nomeadamente na Freguesia de Alvalade. Mais

Jogo em Alvalade = Destruição Anunciada

Como acontece há longos anos, sempre que o Estádio de Alvalade tem casa cheia, ordas de automobilistas invadem os arredores do Estádio, estacionando em tudo o que é sítio provocando uma verdadeira onda de destruição.

Desta vez (31/8/2013), nada escapou no jardim, sistema de rega, passeio, bancos e ciclovia que foi criado na zona norte da Alameda da Universidade de Lisboa, junto ao Horto do Campo Grande. A Polícia Municipal de Lisboa, segundo vários leitores, terá sido informada do que estava a acontecer, mas como é hábito nada fez.

Um grupo de moradores do Campo Grande, voltou a manifestar a sua indignação no dia 22/9/2013, aquando de um novo jogo no estádio de Alvalade. A mesma zona na Alameda da Universidade voltou a ser varrida por uma onda de destruição, provocada pelo estacionamento selvagem, perante a inacção da PSP e da Polícia Municipal.

 

 

Radares: Afinal Não Funcionam ! Sinistralidade Aumenta.

A CML, dirigida por António Costa, anunciou com pompa a circunstância a instalação, em 2007, de 21 radares para controlar a velocidade dos automobilistas nas principais artérias e túneis de Lisboa. Largos milhões de euros foram derretidos nesta obra camarária. Em Janeiro de 2010, a maioria dos radares já não funcionava. A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, apurou que entre 2007 e 2010, a sinistralidade em vez de diminuir aumentou em Lisboa. Mais

 

 

Agonia de uma Cidade

As estatísticas confirmam: Lisboa está a ser afogada por automóveis devido às catastróficas políticas de gestão urbanística e do transito da CML. O mais grave é que não se apuram responsabilidades e o desvario continua. Mais

 

   
 

 

Ciclovias em Alvalade- Campo Grande

O período que precedeu as eleições autárquicas de 2009 foram férteis no lançamento de várias obras municipais nas freguesias de Alvalade, Campo Grande e São João de Brito:  

As laterais da Alameda da Universidade foram (quase) requalificadas, após décadas de abandono. Registe-se o facto de em Julho de 2011, alguns dos novos candeeiros já tinha sido vandalizados. As obras só foram concluídas meses antes das eleições de 2013 em toda a extensão da Alameda.

Nas eleições de 2009 surgiram duas novas ciclovias em Alvalade/Campo Grande :

 

A ciclovia entre o Estádio Universitário e o Parque das Nações, atravessa toda a Avenida do Brasil. 

 

A ciclovia entre o Campo Grande e a Quinta da Montanha (Olaias), passando pela Rua de Entrecampos e Avenida Frei Miguel Contreiras.

 

Nas eleições autárquicas de 2013 surgiu  a ciclovia da Rua das Murtas que liga a Av. do Brasil à Alta de Lisboa (as obras começaram em Junho de 2013) .

 

Quem não gostou desta iniciativa camarária foi a Junta de Freguesia de Alvalade, que promoveu em Maio de 2009 um abaixo assinado para travar a construção da ciclovia que passa nesta freguesia. Trata-se de uma reacção típica do bando de autarcas que tem dominado Lisboa, cujos resultados da sua política criminosa temos denunciado: uma cidade a desertificar-se, mas sempre apinhada de automóveis.  

 

Recorde-se que no âmbito do Orçamento Participativo da CML foi aprovado para 2010, um projecto que visa alargar as faixas de "Bus", para criar corredores para bicicletas. A concretizar-se este excelente projecto, seria possível fazer em segurança todo o percurso entre o Campo Grande e o Terreiro do Paço. Em 2013 tudo continua na mesma.

 

Ciclovia na Av.do Brasil

 

Para saber mais sobre esta prática desportiva contacte o Núcleo de Cicloturismo de Alvalade (Av. do Brasil).

Ciclovias: uma extravagância camarária ? 

As ciclovias em Lisboa são indiscutivelmente a obra que ficará a marcar os dois mandatos de António Costa na CML. Depois de décadas de subordinação aos automóveis os dirigentes camarários acordaram e descobriram as virtudes da bicicleta: não polui a cidade e promove hábitos de vida saudável. Mais

 

 

Aluguer de Bicicletas

A ideia era boa. A CML desde 2008 que prometia criar pela cidade 250 postos com 2500 bicicletas. Chegaram a abrir alguns postos, mas as condições de aluguer eram demasiado burocráticas e a preços proibitivos. Ninguém acabou por alugar bicicletas, e a ideia foi abandonada (2011). A ideia continua a ser válida, mas é preciso antes disso abrir verdadeiros eixos cicláveis na cidade, nomeadamente entre o Campo Grande e o Terreiro do Paço.

 

   
 

365 Programas para conhecer e viver em Lisboa

Não sabe o que fazer em Lisboa ? Nós damos-lhe 365 sugestões criteriosamente seleccionadas. Surpreenda-se. Mais

 

 

.

1807/14 - 2007/14

Comemorações da Luta do Povo Português contra as Invasões Franco-Espanholas

Consultar

..

 

Lixeiras 

Quem as não tem à porta ?

   
 

.

Escolas Secundárias

Escola Secundária Padre António Vieira (ESPAV) . As obras de remodelação do seu belíssimo edificio, depois de dezenas de anos ao abandono, estão praticamente concluídas. A obra é admirável !  Mais

Escola Secundária Rainha Dona Leonor. As obras iniciadas em 2009 tiveram um final feliz em 2011. No dia 29 de Janeiro, com a presença de um grupo muito restrito de convidados da comunidade escolar, foi inaugurada a "nova" escola, completamente remodelada e equipada. Um luxo ! Mais

 
 
 

 

 

 

 

 

 

 

Descubra alguns aspectos fascinantes da patrona da Escola Secundária Rainha Dona Leonor. Mais Duas ou três coisas sobre o patrono da ESPAV:

Padre António Vieira

 
 

 

Escolas Básicas e Infantários

 

Agrupamentos de Escolas públicas.

A Freguesia de Alvalade possui dois agrupamentos:

 

Agrupamento de Escolas Rainha Dona Leonor. No ano lectivo de 2004/05 constituiu-se o Agrupamento de Escolas Eugénio dos Santos, constituído pela EB1 Santo António, EB1 Bairro de São Miguel, EB1 Fernando Pessoa, EB1 Hospital Dona Estefânia e EB23 Eugénio do Santos. E 2012/13 passou a incluir a Escola Secundária Rainha Dona Leonor, dando o nome ao agrupamento.

 

Agrupamento de Escolas de Alvalade. Agrega a ESPAV, EB2,3 Alm. Gago Coutinho, EBI/JI Teixeira de Pascoais e a EBI/JI S. João de Brito, disponibilizando uma oferta educativa desde o jardim infantil ao 12º. ano .  Mais

 

 
 

Universidades

Obras. A Universidade Clássica de Lisboa e o ISCTE tem feito importantes obras de melhoria do espaço envolvente. A Alameda está finalmente (quase) remodelada. Mais

 
 

Universidade de Lisboa

1º. Centenário (1911-2011)

Em destaque:

IMM -Instituto de Medicina Molecular, da Faculdade de Medicina, da UL. Fundado em 2001 é um caso de sucesso a nível mundial.
 

 

Complexo Desportivo Universitário de Lisboa.

A "crise" bate todos os anos à Porta. Uma reportagem a não perder.

Todos os anos é sempre a mesma conversa, só que desta vez a coisa é séria. O Estado, alegando a actual crise financeira cativou mais de 500 mil euros das receitas próprias da instituição que gere o complexo. Resultado: Em Setembro de 2011, se a situação não se alterar, acabam as suas múltiplas actividades desportivas. 

 

 
 

Sobre Educação

Insucesso Escolar . Indisciplina nas Escolas . Reformas Educativas

 

 
 

 

Cinco ilustres escritores do Bairro de Alvalade

José Cardoso Pires . José Gomes Ferreira . Lídia Jorge . Virgílio Ferreira  . José Saramago . 

.

 
 

 

Uma Cidade a Afundar-se!

Ribeiro Teles alerta para o problema de Alvalade/Campo Grande

 

 
 

.

Imagens da cidade para pensar 

Urbanismo  ou Atentados Urbanos?

.

 
 

Lisboa: a destruição da memória

É caso único na Europa, mesmo em Portugal é difícil de descobrir uma cidade onde ocorra esta prática de destruição da memória dos seus escritores e ilustres figuras do país. É impressionante a obra de devastação do município lisboeta. Mais  

 

....

Proliferação de Construções Clandestinas

.

Aumenta o número de barracas e outras construções precárias nas traseiras dos prédios em Alvalade/Campo Grande. Muitos moradores destas zonas têm-se dirigido ao Jornal da Praceta relatando situações inacreditáveis deste verdadeiro escândalo público, onde é patente a total inoperância da CML . Recorde-se que no dia 13 de Abril de 2004, a Assembleia Municipal de Lisboa exigiu à CML, medidas concretas para acabar com a degradação dos logradouros do Bairro de Alvalade. A verdade é desde então, os serviços da CML nada fizeram para alterar a situação. Resultado: a barracaria não parou de aumentar. Mais

 
 

 

"Da Corrupção à Crise - Que Fazer ?" (2013)

Desde a restauração do regime democrático em Abril de 1974, Portugal já esteve por três vezes à beira da bancarrota. No centro deste problema está uma sistema político-partidário assente na corrupção, que suga importantes recursos económicos do país e destrói a própria democracia. Bandos de políticos mafiosos desde a Presidência da República, passando pela Assembleia da República e terminando na Juntas de Freguesia,  apropriaram-se em proveito próprio dos recursos do país, lançando-o em cíclicas crises.

Na mesma altura em que Paulo Morais lançava um importante livro - "Da Corrupção à Crise - Que Fazer?" (Junho de 2013) - começava a ser julgado nos tribunais mais um caso de corrupção, peculato e abuso de confiança na Câmara Municipal de Lisboa, envolvendo antigos dirigentes da empresa municipal Gebalis. Entre 2006-2007 cometeram na mais completa impunidade todo o tipo de actos ilícitos, contribuindo desta forma para levar à ruina a empresa, aumentar a dívida (insustentável) da CML e do próprio país.

Como não há duas sem três, e como estamos em ano de eleições autárquicas,  a Junta de Freguesia do Campo Grande, em boa hora extinta, depois de andar anos e anos a destruir um jardim público na Rua José Lins Rêgo (1997-2012), envolvida num escabroso processo de corrupção e todo o tipo de actos ilícitos, resolveu (finalmente) repor o que destruiu, "recuperando" parte do jardim (25/6/2013). Primeiro pagou para destruir, depois pagou para recuperar o que havia mandado destruir. Muitos foram os que lucraram com esta "política", os moradores é que não. Um caso que ilustra a forma como os dinheiros públicos foram geridos, e que explica bem a atual crise económica e política que se vive em Portugal. A roubalheira tem sido a regra. Mais

As juntas de freguesia, com raras excepções, têm sido geridas por este tipo de gentalha escolhida pelos diversos partidos políticos, com o objectivo de perpetuarem o próprio sistema político-partidário.

 

Uma Cidade e um País Politicamente Bloqueados (2013)

A Democracia em Portugal está transformada numa farsa. A participação dos cidadãos está limitada a fazerem uma cruz numa lista partidária (fechada) cujos membros, com excepção dos cabeças de lista, ninguém conhece. Mais

 

A Grande Oportunidade de Mudança ?

A administração da cidade de Lisboa é o exemplo paradigmático do que se passa na administração pública em Portugal: Um verdadeiro descalabro ! 

Ao longo dos anos hordas de políticos incompetentes, demagogos e corruptos, esbanjaram recursos que a câmara não possuía. Criaram estruturas perdulárias, que só podem ser mantidas através de um contínuo endividamento. Os tempos eram de festa e desvario ! O resultado é uma câmara falida, que continua a endividar-se para manter o que já não devia existir. 

A única saída possível passa agora por extinguir juntas de freguesia, empresas, departamentos e serviços municipais, mandar para casa bandos de presidentes disto e daquilo, deputados e assessores. É tempo de acabar com os rendimentos que se têm nutrido as hordas de parasitas que controlam a CML. É tempo de libertar Lisboa da parasitagem, melhorando Portugal. Mais

 

 

A Morte (Anunciada) de Lisboa ?

Lisboa está a morrer lentamente. Por toda a cidade assiste-se a um movimento imparável de desertificação de ruas e bairros completos, pontuados de prédios degradados ou a caírem aos bocados. Um novo conceito está agora em voga para descrever este espetáculo deprimente: "Lisboa capital dos vazios" ou da "capital da estética da ruína". 

Em resultado de sucessivas políticas criminosas a população de Lisboa não pára de diminuir:

  1981- 807.937 habitantes;

1991- 663.394; 2001- 564.657.

 2011 - 547.631  (dados do INE)

 Todos os anos a cidade perde em média 8.676 habitantes ! Em 30 anos mais de 33% foram expulsos para a periferia.

Os ilustres recordistas das expulsão dos habitantes de Lisboa: 

Kruz Abecassis (PSD/CDS/PPM) - expulsou 94.328 habitantes;  Jorge Sampaio (PS/PCP) - expulsou 58.955 habitantes; João Soares (PS/PCP) - expulsou 70.746 habitantes; Santana Lopes / Carmona Rodrigues (PSD/CDS/PPM) e António Costa (PS/BE), graças à política de construção de bairros sociais dos anos 90 "apenas conseguiram" expulsar 36.277 habitantes.

A forma encontrada para contrariar o declínio do número de habitantes da cidade foi construir bairros  sociais, nos quais vive presentemente um terço da população.

 

 

Ladroagem Camarária

A cultura da corrupção está profundamente instalada na CML. Exemplos não faltam. O ano de 2014, começou bem para a limpeza da CML:

 

No princípio do mês de Fevereiro, o tribunal da relação de Lisboa deu como provado que dirigentes camarários - o ex-administrador da empresa Mário Peças, o ex-deputado Ismael Pimentel (CDS-PP) e um terceiro arguido (Jorge Lopes) - engendraram um esquema entre 2002-2004 de falsificação de cheques, para se apropriarem de dinheiro da empresa municipal Gebalis, responsável pela gestão dos bairros municipais. Altos dirigentes desta empresa municipal, ligados ao CDS-PP e PSD, têm sido condenados pelos tribunais por terem andado até 2007 a roubarem o dinheiro destinado a melhorar os bairros sociais, onde habitam a população mais pobre e carenciada de Lisboa.

Os partidos políticos em Portugal, por este andar, não tarda estão a roubar os sem-abrigo...

 

No dia 25 de Fevereiro, o tribunal, confirmou a prisão do arquitecto, ex-chefe de divisão da CML, que exerceu funções dirigentes na área do património e, nessa qualidade, promoveu a venda directa de uma parcela municipal a um particular, a quem prestou serviços privados de arquitectura no mesmo processo. Novidade? Nenhuma!

 

 

Resultados Eleitorais para a Junta de Freguesia de Alvalade

 (antigas freguesias de Alvalade, S. João de Brito e Campo Grande)

O PS ganhou as eleições para a nova Junta de freguesia de Alvalade (Lisboa), embora em relação a 2009 , tenha tido menos votos (agregando os resultados das três anteriores freguesias).

O PSD/CDS perdeu mais de 50% de votantes. Um resultado excelente considerando a infame qualidade dos seus candidatos.

O facto mais significativo foi uma abstenção superior a 50%, o aumento dos votos em branco e votos nulos. A maioria dos eleitores em Alvalade não se reconhece nas listas de candidatos que os partidos políticos apresentaram em Alvalade. Mais

Resultados Eleitorais para a Câmara Municipal de Lisboa

O PS obteve a maior vitória eleitoral que jamais algum partido ou coligação obteve em Lisboa - 50,91% dos votos expressos. A verdade é que em relação a 2009 teve menos votantes (cerca de 7 mil).

O PSD/CDS, em relação a 2009, perdeu mais de 50% dos votantes, passando de 108.457 votos para 51.156. O PCP manteve o seu eleitorado. O BE perdeu mais de 2 mil votantes.

O facto mais significativo foi o aumento dos não votantes (54,94%), dos votos em branco (4,04%) e votos nulos (2,86%), números que revelam a podridão em que caiu o regime político em Portugal. Mais

 

 

António Costa:

 Da Esperança à Desilusão

Desde o dia 1 de Agosto de 2007 que o novo presidente da CML tem vindo a dar sinais contraditórios de uma política que exigia ser firme no combate a longos anos de desvario.

 

Em vez de cortar no despesismo e desperdício camarário, nomeadamente realizando reformas de fundo e impondo uma política de exigência e rigor, preferiu contemporizar com tudo e todos. O resultado está à vista: a gestão da cidade está completamente paralisada. As dívidas acumuladas não param de aumentar. A CML ao não cumprir minimamente com as suas funções, deixou de existir, mas os seus cangalheiros continuam a pensar o contrário.   Mais

.

 

Políticas Neoliberais na CML

Ao contrário do que se afirma, o neoliberalismo foi instalado na CML pelos partidos de esquerda. O socialista João Soares (1995-2002), com o apoio do PCP, foi o primeiro presidente a assumir esta política que está a destruir o chamado "Estado Social". Mais

 

 

Compromissos da Actual Câmara Municipal de Lisboa 

Estamos atentos senhor presidente !

Durante a "reunião pública descentralizada" realizada, no dia 4 de Junho de 2008 entre as 19h00 e as 22h30, na Casa do Concelho de Tomar, o presidente e os vereadores da actual CML assumiram perante os moradores das freguesias de Alvalade, Campo Grande e São João de Brito um significativo conjunto de compromissos públicos. Mais 

 

   
 

Dossier

25 de Abril:

30 anos depois

.

Testemunho inédito:

A revolta em 1973 dos estudantes de Lisboa

.

Neve em Lisboa

( 29 de Janeiro de 2006)

 
 

Tome Nota:

Centro de Saúde de Alvalade

 



b

.
Editorial

Cidade

Poluição
Jardins e Parques
Espaços Públicos
  Civismo
  Segurança
Mobilidade
Freguesia
CML
  Assembleia Municipal
   
  Guia do Lazer
  Quiosque
   
  Alvalade
  Campo Grande
  S. João de Brito
  História local
. .

Rádio

. Passeios 

. Lisboa Bairrista  

(Podcast, audio mp3)

.

...

 

.

Viva Lisboa

Lisboa no seu melhor

.

 

Estão praticamente concluídas as obras de ampliação da Biblioteca Nacional de Portugal, no Campo Grande.

 

Judaísmo na cidade de Lisboa.

 

Paata, 18 anos 

Jovem imigrante da Geórgia. Havia rês meses que o patrão não lhe pagava o ordenado. Resolveu vir a Lisboa à procura de trabalho, quanto três delinquentes o mataram na Estação do Metro do Campo Grande para lhe roubarem 15 euros. Mais.

  .

Portugal - União Europeia

.

 

Ataques Contra a Cidadania

Em Portugal, faz parte da retórica política o apelo à participação cívica dos cidadãos. Paralelamente multiplicam-se os casos de ataques contra as intervenções dos próprios cidadãos. Existe muita gente que está interessada em estimular o alheamento dos portugueses da política. Mais

 

 

.

História da Educação e da Formação Profissional 

em Portugal e Colónias

 Um projecto pioneiro

...

 

Cristovão Colombo viveu, casou e trabalhou em Lisboa. Descubra os locais que marcaram a sua ligação à capital de Portugal. Mais 

.

  .

Breve História de Lisboa

Sugestões para um percurso histórico por Lisboa. Mais

.

 

A Opinião dos Leitores

  .
 

Condomínios

Uma nova rubrica

.

 

.

Plano Verde do Concelho de Lisboa

Lisboa está a transformar-se numa cidade cada vez menos atractivo para se viver, possui elevados níveis de poluição e amplas zonas com um urbanismo caótico e agressivo.  A questão do Plano Verde volta de novo a colocar-se, numa autarquia completamente descredibilizada. Mais  

 

.

 

.

A Corrupção na Filosofia Política

Uma temática central na filosofia.

.

Do Municipalismo ao Descrédito Generalizado

Uma reflexão oportuna sobre o estado calamitoso de muitas autarquias. Mais

,

Pulverização, Descentralização e Regionalização 

O estado da questão num momento decisivo para o pais.  Maiss

.

Sismos: O que está a ser feito?

O Serviço Municipal da Protecção Civil de Lisboa, acaba de divulgar uma carta com as zonas da cidade que serão previsivelmente mais afectadas no caso de ocorrer um sismo. O Campo Grande aparece assinalada como uma das zonas mais vulneráveis na cidade. Mais

 

 

Curso de Educação Cívica

 

Um projecto que está a ser realizado em colaboração com professores do ensino básico e secundário de Portugal e do ensino médio do Brasil. 

 

Rigoroso exclusivo do Jornal da Praceta

 

 

Casa do Gil

(Avenida do Brasil)

Uma instituição a descobrir.

A Fundação do Gil foi criada em 1999 para apoiar a integração familiar de crianças com internamentos prolongados por razões sociais.

.

Lisboa

Síntese de Indicadores

Um  espaço que promete revolucionar a informação sobre Lisboa. Ver

 

 

Onde Estamos ?

 

 

O Futuro do Comércio Tradicional em Alvalade e Campo Grande

 

 

Marajás de Portugal

Descubra a outra face do país que criamos.

 

   

Partido dos Políticos Reformados

O Maior Partido de Portugal

 

 

 

1º. Centenário da República em Portugal (1910-2010)

Uma visão crítica. 

 

  .

Hino de Maria da Fonte

Um hino sempre actual.

.

....

 

                                                             Para nos contactarjornalpraceta@sapo.pt

.